Mulher de chefe do tráfico ostenta nas redes sociais, “não existe mulher feia”

A invasão da Rocinha, iniciada no domingo (17) pela manhã, ocorreu depois de uma exigência.

Ainda é cedo para apontar quem deu o ultimato, mas, segundo o jornalista britânico especializado em crime organizado Misha Glenny, a intimação veio de Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, e com destino certo.

Detido no presídio federal de Porto Velho (RO) desde 2011, Nem assumiu o controle da favela da Rocinha em 2005. Há cerca de um mês, ele ordenou que seu sucessor e ex-aliado, Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, deixasse a favela. O rival não aceitou e revidou.

No dia 13 de agosto, aliados do antigo chefe foram encontrados mortos em um carro. A história se repetiu na semana passada com a expulsão do morro de mais homens de Nem e de sua companheira e herdeira, Danúbia Rangel. A cúpula da facção Amigos dos Amigos (ADA), que domina a comunidade, decidiu então expulsar Rogério 157 da favela. É nesse momento que Danúbia ganha protagonismo.

Misha Glenny acredita que o racha interno e a crescente tensão entre Dada e Rogério 157 precedem o conflito. Nem continuava sendo extremamente influente na Rocinha porque Dada recebia orientações e repassava ordens ao ADA. Em 2011, quando investigadores da polícia descobriram que Dada estava sendo a mandatária para agir em nome de Nem, ela foi presa.

Ostentação na internet

Mesmo considerada fugitiva da polícia e condenada a 28 anos de prisão por tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção, Dada continua ostentando e ironiza a ação da polícia nas redes sociais: “Foragida sim, mas de boa”, diz uma publicação da loira em junho.

Em outra postagem, Dada afirma que ‘não existe mulher feia, existe mulher que não conhece o dinheiro do tráfico’. O relacionamento com Nem é comprovado nas redes sociais com fotos e declarações. 

Com informações de UOL

Policial Civil de Alta Floresta faz sucesso nas redes sociais

Atuando numa região de fronteira, onde o tráfico de drogas exige ações duras dela e dos companheiros, Daiane não se intimida: “A rotina não distingue homem de mulher. Onde meus colegas estão, eu também estou”.

Com 55 mil seguidores no Instagram, onde também é ativa, a policial civil Daiane Krause, moradora do município de Alta Floresta (RO), chama a atenção pela sua beleza e pelo corpo escultural, distribuído em 1,71 de altura e 74 quilos.  Ela já entrou em luta corporal com marginais e trocou tiros. O perigo não a intimida.

Ela tem 29 anos, dez deles dedicados à segurança pública de Rondônia. Antes de passar no concurso da Polícia Civil, foi agente penitenciário. Os 1,71 de altura bem distribuídos em 74 quilos chamam a atenção nas redes sociais, onde cada postagem rende centenas de curtidas e comentários. 

Bem humorada, midiática e bacharel em Direito, a loira às vezes aparece em suas publicações de arma em punho. Mas os textos que acompanham as imagens geralmente são sérios e com mensagens de otimismo e superação. Aprovada na OAB, mas sem poder exercer a profissão, a “advogata” quer seguir se preparando para um dia se tornar “delegata”.

Em entrevista através do bate-papo do Facebook, Daiane revelou que está solteira há um bom tempo. Foi noiva e admite que a rotina policial atrapalha os relacionamentos afetivos. “Às vezes acontece preocupação por conta dos horários que a polícia não tem. Tipo rotina. Trabalho de madrugada, em feriados e finais de semana. Mas sou bem profissional, prezo pela imagem do meu trabalho”, diz, deixando claro qual seria sua escolha se precisasse optar entre a carreira e o namoro.

Sobre o assédio que seria natural diante de sua figura que impressiona, a beldade armada conta: “Na função eu sou bem séria, acho que isso dá um pouco de medo nas pessoas”, diverte-se, com modéstia, para acrescentar os comentários mais atrevidos que lê em seu perfil no Facebook: “me prende” e “vou para Rondônia cometer algum crime”…

Fonte: Folha do Sul On Line

Inês Brasil faz confusão e irrita o apresentador Silvio Santos

Inês Brasil explica para Silvio Santos como é ser avó aos 47 anos. Inês Brasil vai participar do quadro “Jogo das 3 Pistas”. Apresentador disse que a convidada tinha que ajudar o Teleton.

Inês Brasil tirou Silvio Santos do sério no último domingo, 17. Em tom de brincadeira, o apresentador do SBT deu uma bronca na cantora, após a famosa mencionar o ‘Criança Esperança’ durante o ‘Jogo das 3 Pistas’.

Tudo começou depois que a artista disse que ajudaria o projeto encabeçado pela Rede Globo em parceria com a UNESCO, com o dinheiro que ganharia no programa.

O comunicador ficou surpreso com a declaração da convidada e disse que ela teria de ajudar o Teleton – ação promovida pela emissora da Anhanguera com a AACD.

Indignado, o veterano disparou: "Você vai dar para a Globo? Você é traidora, vem fazer propaganda da Globo, tem que dar para o Teleton".

Após insistência de Inês, Silvio decretou: "Você está me ofendendo. Não quero esse nome no SBT".

Inês Brasil também arrancou risadas das colegas de trabalho ao dizer que Silvio "vai ser o novo rei LGBT".

Veja por onde anda Daniela Luján, estrela mirim das novelas mexicanas

Quem não se lembra do rostinho angelical de Daniela Luján na novela Luz Clarita, exibida em 2000 pelo SBT? A estrela mirim mexicana cresceu e hoje está com quase 30 anos de idade.

Sucesso no país, ela ainda protagonizou O Diário de Daniela, de 2001, e fez uma participação na segunda fase de Cúmplices de Um Resgate, após a saída inesperada da protagonista da trama, Belinda. Outras novelas da moça exibidas no Brasil foram Gotinha de Amor, e Primeiro Amor a Mil Por Hora.

Há alguns anos, a atriz se viu envolvida num escândalo, que afetou sua carreira. Um ex-namorado dela, foi a público acusá-la de ter abortado o bebê que eles esperavam com 11 semanas quando ela tinha apenas 14 anos. Ela então passou a ser perseguida pela mídia que queria a todo custo uma declaração sobre a veracidade da história.

Daniela continuou atuando em novelas, porém em papéis com menor destaque como em Sortilégio, Rosa de Guadalupe, e Como Dice El Dicho.

Sua última novela no México foi De Que Te Quiero, Te Quiero. Atualmente, ela é uma das capitãs do reality show Pequeños Gigantes, da Univision, emissora voltada para o público latino nos Estados Unidos. O programa é uma espécie de show de talentos entre crianças e pré-adolescentes.

Veja as fotos abaixo de Daniela atualmente:

Saiba o que aconteceu com a dupla ET & Rodolfo do SBT

Você se lembra da dupla ET & Rodolfo? Os dois, que fizeram sucesso no programa Domingo Legal, do SBT, chegaram a gravar um CD.

ET & Rodolfo (Divulgação)

Mas o que aconteceu com eles? As informações são do site da Veja São Paulo, que publicou matéria nesta sexta-feira (8) relembrando a trajetória da dupla na TV.

Conhecido do apresentador Ratinho, o irreverente Rodolfo Carlos de Almeida era assistente do apresentador ainda na Gazeta, quando Carlos Massa comandava o programa 190 Urgente. Ao seguir para a Record, Ratinho levou junto Rodolfo, que, no canal, formou dupla com Cláudio Chirinian, o ET.

Contratados depois pelo SBT, os dois ganharam um quadro fixo no Domingo Legal. O objetivo era ir até a casa de artistas e acordá-los pela manhã. Com o sucesso do quadro, ET & Rodolfo chegaram a gravar um CD, com vendas em torno de 200 mil cópias.

Após separação no início dos anos 2000 e tentativa de carreira-solo depois – Rodolfo atuou como repórter do Domingo Legal até 2009, quando pediu demissão; ET estreou quadro no Programa Raul Gil, na Record, em 2004, mas não obteve sucesso –, os dois continuaram se falando.

Em 2010, Cláudio Chirinian morreu no Hospital Beneficência Portuguesa, na capital paulista, por conta de complicações de broncopneumonia e insuficiência renal. À Veja São Paulo, Rodolfo contou que os dois eram muito amigos. No dia da morte de Cláudio, Rodolfo cancelou a estreia de um quadro humorístico no programa de Sonia Abrão e foi prestar homenagens.

Atualmente, Rodolfo está se especializando no cultivo de vegetais orgânicos. Ele obteve vitória em um processo que movia contra o SBT desde 2009 e pretende investir em agricultura o dinheiro que ganhar.

Rodolfo Carlos de Almeida, da dupla com ET, nos dias atuais (Foto abaixo)

Estudante põe virgindade à venda: ‘Melhor assim do que bêbada’

Muita mulher já apelou à internet para ganhar dinheiro com a perda da virgindade. A maioria recebeu lances robustos pela primeira vez.

Só que uma estudante ucraniana resolveu ofertar a virgindade a quem pagar “apenas” o equivalente a R$ 6 mil.

A jovem, chamada de Yulia por jornal em Melitopol (Ucrânia), afirmou:

“Cedo ou tarde terei que dar adeus a ela (virgindade). Melhor ser dessa forma (venda) do que em uma noite de bebedeira.”

O anúncio foi publicado em um site local de classificados.

“Garota adorável, de 18 anos, estudante. Entregarei a minha virgindade a um homem sério que me ofereça 50 mil (em moeda local)”, diz o anúncio.

O desfecho da história será em Melitopol, em local escolhido por Yulia. Candidatos precisam entrar em contato com ela pelo Skype, pelo qual serão analisados.

Com informações O Globo.

Ataque cardíaco no sexo mata mais homens por conta de uma atitude delas

Você sabia que os homens são quatro vezes mais propensos a morrer de um ataque cardíaco durante o sexo que as mulheres? E o motivo é bem inusitado.

Segundo uma pesquisa realizada pelo European Georges Pompidou Hospital, e publicada no portal britânico “The Independent”, o motivo é a vergonha que muitas mulheres sentem de sair correndo nuas para pedir ajuda.

Na pesquisa comandada pelo médico Ardalan Sharifzadehgan, foi constatado que apenas uma em cada oito vítimas sobrevivem ao sofrer um ataque cardíaco durante a relação sexual.

Foram analisados os registros de 3.028 pessoas que morreram por conta desse problema no coração. Desse total, apenas 246 estava fazendo atividade física quando tiveram o ataque e 17 morreram durante o sexo.

O motivo que leva ao óbito é o tempo do socorro. A pesquisa mostrou que as mulheres costumam demorar em chamar a emergência.

 “As parceiras ficam chocadas e não sabem como reagir”, afirma Ardalan.“O marido está nu, ela está nua, talvez [as mulheres] tenham medo de chamar os vizinhos e passar por um grande constrangimento”, acrescentou.

Mas calma. Os especialistas dizem que não há necessidade de pacientes cardíacos evitarem o sexo. Em vez disso, a Fundação Britânica do Coração sugere que aqueles que tiveram um ataque ou fizeram cirurgia cardíaca só retomem a atividade sexual depois de algumas semanas. Outra indicação, é que a mulher assuma um papel mais ativo na relação para evitar que o parceiro se agite muito.

Com informação do IG / Foto Reprodução

Pai defende prisão de filho que ejaculou em mulher em ônibus

Diego Novaes, preso por ejacular em mulher em um ônibus. 'É perigoso que uma pessoa dessas fique solta, e o delito que ele pratica não é justo', disse o pai.

O pai do homem acusado de ejacular em uma passageira de ônibus em São Paulo defende que o filho fique preso.

Em entrevista nesta quinta-feira, dia 30, ao "Jornal do SBT", o aposentado, que preferiu não se identificar, disse que Diego Ferreira Novais é forte e agressivo e não pode ficar com ele em casa. "É perigoso que uma pessoa dessas fique solta, e o delito que ele pratica não é justo."

Segundo o pai, o homem deve ter viajado para a Bahia: "Se ficar aqui, os caras matam ele", afirmou.

Diego foi preso em flagrante por estupro na última terça-feira, dia 29, mas foi solto pela Justiça após uma audiência de custódia na quarta, dia 30.

Segundo o juiz José Eugênio Souza Neto, responsável pelo caso, a prisão não era necessária e o caso não foi classificado como estupro, mas sim como atentado ao pudor, no artigo 61 da lei de contravenção penal, datada de 1941– "importunar alguém em local público de modo ofensivo ao pudor" – e é considerado de menor potencial ofensivo.

O acusado, no entanto, tem uma lista de 17 passagens pela polícia por envolvimento em crimes sexuais. Já foi preso por duas vezes por flagrante de estupro, mas nunca foi a julgamento, pois os casos acabaram enquadrados como ato obsceno.

Por catracalivre.com

Vereador evangélico questiona se Anitta é ‘cantora ou garota de programa’

O vereador do Rio de Janeiro Otoni de Paula Jr., do PSC (Partido Social Cristão), publicou em seu Facebook um texto no qual critica atitudes de Anitta. O título questiona se ela seria uma "cantora ou garota de programa". 

"A que nossas crianças estão sendo submetidas?", diz ele no início do texto, escrito na quarta (30). Na sexta (1) já acumulava mais de 500 compartilhamentos e 1.800 comentários, divididos entre críticas à Anitta e ao vereador. 

"Anita arrasta multidões de crianças para seus shows, é idolatrada pelos adolescentes de hoje, mas Anitta não tem nenhuma responsabilidade profissional com essa meninada que ela conquistou. Não estou falando de moral, mas de responsabilidade com a imagem. É lamentável ver uma cantora talentosa como Anitta se prestar a isso", escreveu ele. 

A postagem é acompanhada de uma imagem de Anitta. Há também uma retificação de Otoni, que diz ter editado o texto: "Gostaria de pedir perdão pelo termo usado no final desse texto (já mudado por mim), publicado por minha assessoria, quando disseram que Anitta se comportava desse modo como 'vagabunda de quinta'. Esse termo foi inapropriado."

Apesar de afirmar que o texto foi publicado por sua assessoria, ele é assinado por Otoni. No site da Câmara Municipal do Rio de Janeiro consta que o vereador cumpre seu primeiro mandato, é pastor evangélico, teólogo, casado e pai de 3 filhos e líder da Assembleia de Deus Ministério Missão Vida, em Niterói. 

Procurado pela reportagem do "F5", o vereador Otoni de Paula Jr afirmou que a publicação foi motivada por uma preocupação com os "valores que estamos colocando nas nossas crianças."

"A Anitta é talentosa, mas precisa ter mais responsabilidade porque vende uma imagem que as crianças compram", diz. Otoni afirma ter visto vídeos de matinês da cantora na qual crianças dançam de maneira erotizada. "Se quer fazer músicas com conotação sexual, evite que elas atinjam o público infantojuvenil . Estamos falando com crianças de forma despudorada."

 O vereador comentou a exclusão do termo "vagabunda de quinta" de seu texto: "Eu passo minhas ideias para a minha equipe e eles escrevem. Escreveram 'vagabunda de quinta' e eu tirei porque pareceu uma agressão pessoal, e eu não quis ter esse comportamento."

Sobre os internautas que defenderam a cantora, Otoni afirma que "Vivemos em um país democrático onde você pode expor sua opinião e precisa estar preparado para receber respostas. A Anitta tem um fã clube enorme de pessoas que se chatearam com o que eu disse.  Não há verdades absolutas hoje em dia. No meu tempo havia o certo e o errado, mas não e mais assim."

Fonte: f5.folha.uol.com

No ‘Encontro’, Cauã Reymond lembra assédio que sofreu em ônibus

O ator Cauã Reymond foi um dos convidados do programa "Encontro com Fátima" nesta quinta-feira, 31, que debateu um tema delicado e, infelizmente, recorrente em nossa sociedade, o feminicídio, quando uma mulher é morta pelo simples fato de ser mulher.

O programa recebeu o cobrador que impediu a fuga de um homem que ejaculou na frente de um mulher em um ônibus em São Paulo, no começo dessa semana. Cauã aproveitou e lembrou de uma situação de assédio que ele sofreu, também em um ônibus, quando ele tinha 13 anos.

"Acho que esse é um problema sério, principalmente para nós que somos pais de filhas mulheres, claro", disse o ator no programa. Logo em seguida, ele relembrou a experiência que teve quando adolescente.

"Mas quando eu era menino, meus pais eram separados, meu pai morava em Santa Catarina e minha mãe no Rio. Eu não podia pegar um avião, então eu pegava um ônibus e mesmo criança eu ia", contou. "E já passei por uma situação semelhante a essa. De um cara, num ônibus leito, se masturbando do meu lado".

Cauã relembrou da situação e disse que ficou sem ação sem saber muito o que fazer, até que mudou de poltrona no ônibus. ""Eu não conseguia ver o que estava acontecendo e eu muito menino, com 13 anos, pensando 'o que eu faço?', relatou. "Eu não lembro nem do rosto, nem da fisionomia. Eu simplesmente peguei minha mochila e sentei lá onde tinha muita gente ao meu redor e eu me senti protegido."

"Eu nem sei quem era essa pessoa, mas acho que era uma coisa que a gente tem que cuidar também com as crianças, não só com o sexo feminino", afirmou o ator.

Fonte: catracalivre.com